Meu estilo de viagem é DESTINOS



10 Motivos Para você conhecer Palmas (Tocantins) em 2015


Esqueça a parte que diz que a cidade serve apenas de “passagem” para passeios diversos no Estado. Aqui vão dez motivos para você conhecer e se encantar com a Princesinha do Brasil!



Palmas é a sexta capital mais desenvolvida no País, com excelente estrutura de serviços públicos, rede hoteleira em expansão, baixos índices de violência e variadas opções de lazer.

Esse ano terão muitos avanços no turismo na região, por isso, se tiver uma oportunidade, visite!

 

#1 – A Capital Mais Nova do País

Palmas é a última cidade planejada do século XX e também a capital mais nova do país, sendo fundada em 1989, um ano depois da criação do Estado do Tocantins. Com localização privilegiada, é conhecida como A Cidade no Coração do Brasil ou a Capital das Oportunidades, entre outros apelidos.

Com tão pouco tempo de existência (26 anos a serem completados em 2015), a grande marca da cidade é a qualidade de vida, uma das melhores do Brasil.

palmas

 

#2 – O Lago de Palmas e a Ponte FHC

Formado pela represagem do Rio Tocantins para a construção da Usina Hidrelétrica do Lajeado (Luis Eduardo Magalhães) em 2001, o grande lago abrange sete municípios e oferece atrativos como esportes, pesca esportiva, natação, canoagem, stand up paddle. A Ponte FHC complementa o cenário por ser um dos símbolos arquitetônicos locais. Interliga a cidade de Paraíso do Tocantins a Palmas, em um percurso de 8km. As bordas da ponte podem servir de mirantes para contemplação do por do sol.

 

 

#3 – O Verão Tocantinense

As praias de água doce de Palmas, assim como outras no Estado do Tocantins, se formam no período de estiagem (geralmente de Abril à Setembro), quando o volume dos rios Araguaia e Tocantins diminui. Esse é o Verão Tocantinense. Em Palmas só existem praias artificiais no próprio lago formado pela construção da Usina citada anteriormente. São elas: Praia da Graciosa, Praia do Prata, Praia dos Buritis, Praia do Caju e Praia das Arnos, que atraem banhistas que querem se refrescar no calor de mais de 40°. Além das praias, outro atrativo é a Ilha Canela, também situada no Lago. No local há serviços de restaurantes e bares.  Os interessados em visitá-la devem pegar barcos que ficam ancorados em um píer, ao lado da Praia da Graciosa.

 

 

#4 – A maior Praça da América Latina e o Centro Geodésico do Brasil

Embora não seja comprovado cientificamente que o “ponto central” do Brasil fica em Palmas, o Monumento a Geodésica existe para quem quiser ver e tirar fotos. Ele está localizado na Praça dos Girassóis, a maior praça pública da América Latina e a segunda maior do mundo (a primeira é a Merdeka, em Jacarta, na Indonésia).

Há vários outros atrativos na Praça, como os prédios-sede dos três poderes públicos estaduais, Memorial Coluna Prestes – projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer -, Monumento dos 18 do Forte e os símbolos indígenas no calçamento.

Dica: A praça é pouco arborizada, o que faz com que seja mais bem aproveitada em horários com sol mais baixo.

 

 

#5 – Parque Cesamar

Uma das principais áreas verdes de Palmas, o Parque é um recanto ideal para caminhadas e ginástica, práticas de esportes como corrida, skate e canoagem. Possui trilha ecológica de 2km, piscinas artificiais com cascata, lago, playgroung, restaurante e a Casa Suçuapara, que abriga um pequeno centro cultural com fotos da construção da cidade.

Parque Cesamar

O Parque Cesamar recebe água do Ribeirão Brejo Comprido, afluente direito do Rio Tocantins. Foto: Rafael Macêdo/Panoramio

 

#6 – O Jalapão é logo ali

Já consagrado nas rotas de turismo, o paraíso natural do Jalapão conta com dunas, cachoeiras, rios de águas cristalinas, corredeiras para prática de rafting, e muito mais. O ponto de partida das expedições é sempre Palmas, então se você contratou um passeio na famosa Korubo Expedições não custa nada ficar um pouco mais e conhecer Palmas, não é?

 

#7 – Pólo Ecoturístico da Serra do Lajeado

Bem próxima a Palmas está a Serra do Lajeado, também conhecida como Serra do Carmo. Atrações naturais imperdíveis marcam o local, como cachoeiras, ribeirões, trilhas, grutas, sítios arqueológicos, mirantes e balneários.
Toda a sua extensão é propícia para a prática de esportes de aventura como caminhada, escalada, montain bike, parapente, treking, cavalgada, safári fotográfico e contemplação da fauna e da flora.

10922745_1529166300676415_2216943504208125010_n

 

 

#8 – Pólo Ecoturístico de Taquaruçu

O distrito a 35km de Palmas é um verdadeiro paraíso para amantes da natureza e de esportes radicais como rapel, tirolesa (uma das mais altas do país), escaladas e trekking. Está encravado na Serra do Lajeado (Carmo) e conta com oitenta cachoeiras catalogadas, mas que apenas dez são abertas para visitação mediante pagamento de pequenas taxas de entrada. Um dos locais mais visitados é o Parque do Roncador com suas cachoeiras, mas é preciso esforço físico, a trilha tem cerca de 1,5km. O Centro de Atendimento ao Turista (CATUR) conta com guias disponíveis para passeio.

lajeado

Cachoeira do Evilson

 

#9 – Mutum 2015

A 1° Mostra de Música Instrumental e Cultura Popular do Tocantins acontecerá dos dias 10 a 12 de Julho em Taquaruçu. Foliões, cancioneiros e cantores indígenas se encontrarão com jazz, blues, forró, samba e outros gêneros musicais para uma intensa experiência cultural. O evento será gratuito e trará também outras atividades como artes, mostras cinematográficas e de fotografia.

Mutum é o nome de uma ave e também o nome de um Vale de Taquaruçu rico em manifestações populares e que possui um sítio arqueológico com inscrições rupestres que datam de milhares de anos.

Informações: http://www.mutum.art.br

mutum

 

#10 – I Jogos Mundiais dos Povos Indígenas (JMPI)

De 18 a 27 de Setembro de 2015, Palmas será a primeira cidade do mundo a sediar os jogos que já existem há anos no Brasil, mas que desta vez terão presença internacional. Participarão mais de dois mil atletas de 30 países, totalizando 22 etnias. Treze dias de programação, sendo que nos primeiros três dias de evento, todas as etnias brasileiras e estrangeiras participarão de uma excursão pelos pontos turísticos de Palmas, como forma de ambientação, socialização e integração dos participantes do evento com a comunidade.

Uma enorme estrutura chamada Vila Indígena está sendo montada sob o lago, com arena, oca digital, aldeia global, museu, entre outros. Dentre as modalidades estão tiro com arco e flecha, arremesso de lança, cabo de força, corrida de Velocidade Rústica (100m), canoagem rústica tradicional, corrida de tora, lutas corporais e também haverá espaço para esportes tradicionais como futebol de campo e natação (travessia).

Informações: http://www.jogosmundiaisindigenas.com/

jogos

 

#Dicaexperimundo: Se estiver em Palmas em uma sexta-feira à noite ou sábado de manhã, vale a pena visitar a Feira da 304 Sul e, se esticar até Domingo, não deixe de conhecer o Bosque dos Pioneiros, em frente à Prefeitura, a partir das 17h. Há shows, apresentações de danças, artesanato, comidas típicas entre outros.

 

Boa Viagem!

CompartilheShare on FacebookPin on PinterestEmail this to someoneTweet about this on Twitter